saudicas-logo-350

5 hábitos essenciais para manter a saúde dos olhos

5-habitos-essenciais-saude-olhos (1)

É muito comum as pessoas lembrarem de proteger a pele, cabelos, mãos e acabar deixando de fora cuidados com um órgão extremamente importante, os olhos.

O fato é que a visão é um dos 5 sentidos fundamentais para o ser humano, por isso, precisa ser muito bem cuidada.

Felizmente, é muito simples incluir bons hábitos no nosso dia a dia, tais como acordar e lavar o rosto e os olhos, remover maquiagens, se alimentar corretamente…

Quer saber como manter a saúde de seus olhos? Continue lendo!

Importância de manter bons hábitos

Antes de tudo, vale saber que só de 1990 até 2015, o número de casos de cegueira no mundo passou de 30,6 milhões para 36 milhões, de acordo com a revista Saúde, o que torna mais urgente dar mais atenção a esse órgão tão importante.

E para dar atenção à visão nem é preciso muito esforço, basta implementar no dia a dia alguns hábitos super simples, começando por visitar frequentemente um oftalmologista, de preferência, em uma clínica como a americasoftalmocenter.com, que oferece todos os exames em um mesmo local, evitando que tenha que ir de um lugar a outro só conseguir um diagnóstico.

No mais, são hábitos simples, como podemos ver abaixo.

1. Se alimente bem

Pode parecer lugar comum, mas a saúde de qualquer órgão de nosso corpo passa pela boa alimentação, por isso, é impossível falar em hábitos saudáveis sem começar por ela.

Sendo assim, para garantir a saúde de sua visão, invista em alimentos ricos em vitaminas essenciais para a nossa visão, que são: legumes, verduras e frutas de cores amarelas ou verdes (ricas em carotenoides, que previne a deterioração da mácula, responsável por nos fazer enxergar as cores); alimentos com vitaminas A, E, C e Ômega-3.

2. Mantenha a higiene dos seus olhos

A higiene, assim como a alimentação, encabeça a lista, ela deve estar em dia.

No caso de usar lentes de contato, os cuidados devem ser ainda maiores, para evitar conjuntivite alérgica, provocada pela falta de higiene e/ou higiene incorreta das lentes.

A dica é, lavar sempre bem as mãos, independentemente de utilizar lentes de contato ou óculos.

3. Não exagere no uso de celular e computadores

Evite ficar muito tempo usando o celular ou computador, pois esses aparelhos eletrônicos transmitem a luz azul violeta, muito perigosa para os olhos. Se tiver que trabalhar, ao menos, utilize filtros para luz azul que, aplicativos que ajustam a luz nociva aos olhos, evitando a fadiga ocular.

No mais, vale lembrar que seus olhos precisam descansar.

Geralmente, ao utilizar estes aparelhos esquecemos de piscar, e assim não lubrificamos nossos olhos.

Uma dica é a cada 20 minutos, desviar o olhar para outro lugar por 20 segundos. Pelo menos, isso ajudará a reduzir riscos de fadiga ocular.

4. Use óculos de sol

Muita atenção ao comprar seus óculos de sol, eles precisam contar com a proteção contra os raios UV, dessa forma, ajudando a reduzir o impacto destes raios nocivos.

Óculos sem filtro trazem a falsa sensação de proteção, por escurecer o ambiente, mas na verdade, está fazendo com que nossos olhos sejam mais expostos aos raios UV, que são capazes de penetrar a camada mais profunda dos nossos olhos, podendo causar sérios danos à visão, danificando as córneas e o cristalino.

5. Visite um oftalmologista

Um dos erros mais comuns é só visitar um oftalmologista quando se percebe algum problema. Porém, é fundamental investir em visitas periódicas, assim conseguirá prevenir a saúde de seus olhos e ainda detectar qualquer problema de visão que possa ter ou desenvolver.

O ideal é que as visitas sejam feitas a cada 6 meses a 1 ano, e se preciso,  fazer o devido acompanhamento.

Enfim, esses são os cuidados fundamentais, mas vale investir também em outros como, não fumar, procurar conhecer o histórico familiar de problemas com a visão, tirar sempre a maquiagem antes de dormir e praticar atividades físicas, já que elas previnem algumas doenças que podem desencadear problemas com a visão, como diabetes, por exemplo.

Post Anterior: O Que Posso Comer Na Dieta Low Carb? Descubra!

Gostou? Compartilhe